Thread Nova - Atualizações sobre a Minha Jornada

Brasileiros e falantes da língua portuguesa.

  1. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 0]

    O dia foi um pouco terrível no início, fui procurar alguns carros para comprar e quando achei o ideal outra pessoa pegou ele primeiro. Depois fui na outra loja e descobri que venderam outro carro bom ontem. Seria muito bom eu ter pego esse carro, pois realmente preciso de um carro para trabalhar.

    Fiquei jogando bastante LoL e depois desinstalei, coisa que ando fazendo praticamente todo dia.

    Recaí agora a pouco, por volta das 23, e acumulei conteúdo P desde tarde.

    Agora, quase meia-noite, tive alguns insights sobre meus vícios, como por exemplo sobre eu estar postergando muito o livramento dos mesmos.
    Exemplo:
    Vou comer essas coisas que não fazem bem, amanhã paro.
    Vou me masturbar mais uma vez, depois paro.
    Vou ouvir música/ver youtube só essa noite antes de dormir, depois paro.
    Jogar...

    A certeza é: Não parando subitamente, eu nunca pararei!

    Então subitamente recoloquei os doces que tinha separado de volta no lugar deles, escovei o dente, vim para o PC fazer a planilha com a rotina do resto da semana e para escrever aqui no fórum, e em seguida irei dormir.
     
  2. Kaveira2001

    Kaveira2001 Fapstronaut

    263
    738
    93
    essas crenças de que amanhã eu faço/paro não existe, não funciona. ou a gente começa agora ou nunca. é mais fácil a gente mudar uma crença ou um comportamento? uma crença, é claro, mas mudar um comportamento para fazer algo que é preciso se feito que é difícil.
     
    Ovni and Lecovesck like this.
  3. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 1]

    A minha mente estava tentando me trazer diversão pervertida (dia 0 - 1), pesquisar coisas, ver coisas pervertidas que teoricamente me dariam prazer. Resisti e pra reafirmar alguns valores e crenças eu fiz no fim da noite mesmo não querendo muitas coisas que acredito serem corretas, acredito que deixar o cérebro acostumado aos bons hábitos é essencial.

    Joguei muito ontem, a expectativa de hoje é acabar de ler um livro.
     
    Ovni and Kaveira2001 like this.
  4. Kaveira2001

    Kaveira2001 Fapstronaut

    263
    738
    93
    bora lá.
     
    Ovni likes this.
  5. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 0]

    Recaí, porém dessa vez não não fiquei muito tempo vendo P e não alcancei o orgasmo, desisti no meio.
     
    Traskain and Kaveira2001 like this.
  6. Kaveira2001

    Kaveira2001 Fapstronaut

    263
    738
    93
    pequenos progressos
     
    Traskain and Lecovesck like this.
  7. Ovni

    Ovni Fapstronaut

    30
    66
    18
    Eu ri bastante com a comparação de estar no cio, KKKKKk. Porém, parece que é verdade, tem dia que é péssimo.

    E concordo com a questão de adiar, procrastinar. Quanto mais você adia, mais você adia, é necessário quebrar o ciclo, mas isso é bem desconfortável, porém passa. Tente quebrar isso, tomar atitudes mais drásticas, corte pequenas racionalizações e fantasias: 'ah, só uma pequena pesquisada sobre uma coisa sexual que não parece sexual simplesmente para convencer a minha consciência de que está tudo bem' e acabar voltando para a p.. Tente encontrar esses pequenos gatilhos e ir cortando eles.

    Eu entendo o que falou sobre os bloqueadores, mas talvez dar a eles uma chance seja uma boa. Esse é meu ponto de vista: Sim, é justamente restringir sua mente da p. de forma artificial, mas entenda: a p. já joga sujo com você, olhe para o que ela faz com nossa vida, olhe como ela pega os mais banais pensamentos e torna isso em vontade de recair. Faça o mesmo com ela. Eu, particularmente, penso que não podemos ter essa honra, ou orgulho, de querer acabar com a p. de forma natural, pois não é, infelizmente, uma escolha nossa, é o nosso cérebro tomando controle. É o mesmo de um viciado em álcool querer parar de tomar álcool estando em um bar cheio de bebidas e confiando na sua força de vontade que ele não irá recair, cedo ou tarde ele não vai aguentar, pois é o cérebro dele, o mecanismo de recompensa e não a parte responsável pelas decisões que irá vencer. Sim, é uma forma artificial de bloquear, mas é ela que permite que nosso cérebro consiga respirar, ir se ajeitando. E ele vai melhorar sim, não pense nos bloqueadores como uma restrição, mas como algo que está ao seu lado, não contra você. Pense bem: você tem medo de acordar e não ter mudado, mas sim apenas restringido, só que não é melhor ser restringido do que continuar no vício? Com o tempo, essa restrição é o que vai fazer você conseguir focar na sua rotina, focar na sua organização, ter um pouco de paz, e assim de fato aplicar as mudanças na sua vida. Porém, quando for usar, use eles e encontre uma forma de dificultar acesso a senha, pois é isso que vai fazer seu cérebro acreditar que é mais difícil consumir a p. do que ir fazer qualquer outra coisa.

    Vamos firmes, querido, acompanhando e torcendo por você!
     
  8. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 1]
    Fui em um casamento e foi muito bom para pensar em algumas questões, ver que o mundo não se passa dentro do meu quarto. Estou voltando aos velhos hábitos, incluindo boa alimentação, bom condicionamento físico, bons estudos, e abdicação de qualquer vício.

    Obs: Recai uma vez um pouco depois do último post.
     
    Last edited: Jan 16, 2022
  9. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    Eu já utilizei bloqueadores anos atrás, realmente não lembro como me senti, mas não foi eficaz. Me conhecendo bem nos momentos que a libido batesse alta eu poderia até mesmo formatar meu computador para ter aquilo. Acho que medo também é a chave no caso, medo de ter um dia acesso livre, como em um computador no trabalho ou de algum parente, medo de não conseguir me controlar sem essa tal barreira.
     
    Ovni and Kaveira2001 like this.
  10. Kaveira2001

    Kaveira2001 Fapstronaut

    263
    738
    93
    eu estava usando bloqueadores até hj, mas eu consigo burlar, e o certo é a gente aprender e entender que tem que se controlar, pq um dia sem os bloqueadores é que nem vc disse, medo de não conseguir se controlar sem a barreira
     
    Ovni and Lecovesck like this.
  11. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 0]

    Recaí e me rebaixei muito no último domingo, tanto com PMO e jogos. Não tinha atualizado o contador porque estava ocupado com outras coisas, mas atualizei agora.
     
    Ovni and Kaveira2001 like this.
  12. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 1]

    Terceiro dia do trabalho. Razoável. Foi um dia até bom.

    Alguns pensamentos em me retribuir com PMO e jogos...
     
    Ovni and Kaveira2001 like this.
  13. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 2]

    Pensamentos impuros e pensando em recair...Mas que se fodam a masturbação e a pornografia. Vou fazer 3 dias daqui a pouco.
     
    Ovni and Kaveira2001 like this.
  14. Kaveira2001

    Kaveira2001 Fapstronaut

    263
    738
    93
    let's go
     
    Ovni and Lecovesck like this.
  15. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 5]

    Houve alguns pensamentos maliciosos durante o dia, mas de certo modo a quantidade de dias e outras coisas me ajudaram, talvez seja interessante a pessoa tentar sempre se lembrar de como a PMO pode danificar você, sua vida e suas relações, hão coisas melhores e maiores que isso. Devemos superar o prazer instantâneo e focar na realização dos nossos sonhos.
     
    Kaveira2001 and Ovni like this.
  16. Ovni

    Ovni Fapstronaut

    30
    66
    18
    Oi Lecovesck!

    Parabéns pelos 5 dias, querido, vamos firmes!

    Sobre os bloqueadores, a questão é que sem eles a tendência é que não consigamos parar naturalmente, pois não é um processo natural. O que a p.. faz com nosso cérebro não é algo natural, é extremamente artificial, uma dopamina infinita, de fácil acesso, variada para tudo que você possa imaginar, o nosso cérebro entra em pane, e acaba se viciando, por conta do nosso sistema de recompensa que fica embriagado de dopamina. Essa é uma parte do cérebro que prioriza nossas funções básicas, como alimentação e sexo, para fins bem biológicos. A questão é que para comer temos um limite físico, mas para assistir p... não, podemos até não aguentar mais nos m... mas ainda continuamos vendo, é como uma oportunidade infinita de sexo, mas essa parte do cérebro não distingue que é tudo artificial. O nosso cérebro fica dessensibilizado, só aquele prazer é bom, pois só ele é enorme o suficiente, queremos sempre algo novo, para ter mais e mais dopamina, e com isso tudo que é real vai ficando sem graça.

    O lobo frontal do nosso cérebro é o responsável pela nossas tomadas de decisão, mas com o sistema de recompensas nessa situação de vício, ele fica fraco, e nessa batalha o sistema de recompensas sempre vai ganhar, pois ele é o que garantiria nossa sobrevivência em um sentido estritamente biológico e longe da nossa realidade atual. É a historinha do elefante que o Kaveira postou no diário dele, o elefante não pensa muito, é mais puramente biológico, vai pelo instinto e é mais forte, sempre ganha no tete a tete. E se você depender da força de vontade, você sempre vai perder, se você depender de se autocontrolar (controlar o elefante na força) você sempre vai perder, mesmo que consiga alguns dias (não é querendo ser pessimista). Não existe como se controlar naturalmente, pois nosso cérebro está num loop infinito de vontade de dopamina, ele tá bugado, kkkk.

    A resposta é usar os bloqueadores para responder a altura, artificial contra artificial, só assim você obriga seu cérebro a sair desse loop, a quebrar o feitiço. A controlar o elefante de maneira sábia, motivando ele, trabalhando com ele, não mostrando para ele que tem p... disponível, pois se ele souber que há disponível, o instinto vai fazer ele correr atrás, e não tem força que o segure. (eu amei a historinha do elefante, ela resume tudo)

    Olhe bem, não estou dizendo que é para ter bloqueadores perfeitos, mas bloqueadores minimamente difíceis de serem desbloqueados. Olhe o exemplo que você deu: "eu até formataria o pc para recair", porém isso tem um nível de dificuldade relevante. Se a sua rotina estiver boa, se você estiver sempre se monitorando, quando vir a vontade de procurar por p... e você lembrar que para poder assistir você precisa antes formatar o computador, você vai pensar duas vezes. É justamente nesse pensar duas vezes que você simplesmente pode exercitar dizer um grande não e tomar uma atitude contrária: desligar o computador, ir fazer umas flexões. É um bloqueio artificial para dizer para a parte instintiva do seu cérebro que esse prazer está mais distante e difícil. Com o tempo, as fissuras irão ficando cada vez mais fracas, e é nesse ponto que você consegue avançar, é mais fácil pro seu cérebro desligar o computador e ir fazer umas flexões do que formatar o computador e assistir. Isso é só um exemplo, mas essa é lógica, você precisa pesar mais o lado de dificuldade dos bloqueios, fazer que fique mais fácil para o seu cérebro fazer qualquer outra coisa, do que assistir p... Dificulte ao máximo o desbloqueio, seu cérebro vai pensar duas vezes, porém como eu disse, só os bloqueadores não basta, você precisa estar com outras atividades e rotinas para fortalecer tudo e diminuir no seu cérebro o desejo de p.. .

    É na junção desses métodos que as coisas fluem, só ter os bloqueadores não adianta, pois uma hora a vontade vai ficar muito grande e não vai adiantar, mesmo que seja mais difícil de acessar. Já não ter os bloqueadores, vai deixar muito fácil. Então você junta os bloqueadores, dificultando ao máximo, e foque na rotina, assim com o tempo o seu cérebro vai se recuperando. Com o tempo, as fissuras vão diminuir, e seu cérebro vai voltando ao normal e ao natural, vai ficar mais forte para resistir a gatilhos, mas não confie nele 100%, sempre tenha os bloqueadores. Um viciado em álcool, nunca vai dar bola de ficar indo a bares todo fim de semana, por mais que ele vá encontrar gatilhos e situações difíceis na vida uma vez ou outra, ele vai dificultar ao máximo ter esse gatilho sempre.

    Por fim, situações de exceção são exceção, não regra. Encontrar um computador desbloqueado, se você estiver no início do reboot talvez seja mais difícil de resistir, pois seu cérebro ainda está muito viciado, porém na maioria das vezes você encontra um computador desbloqueado na frente de outras pessoas, com um pc que não é seu, aquele leve bloqueio ético acaba fazendo você resistir mais, até você se livrar do gatilho. Se você estiver mais avançado no reboot, dificilmente você recairá, pois é só um momento de exceção, seu cérebro já está mais forte, dá tempo o suficiente de você se livrar do gatilho. Agora, se você trabalha com computadores novos o tempo todo, eu não sei como funciona, mas tente exercer a mesma lógica, de dificultar e não ter aquilo sempre ali.

    Isso são somente de coisas que eu já li e experimentei, espero que possa ter te ajudado.
    Forças!
     
    Last edited: Jan 23, 2022
    Lecovesck likes this.
  17. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    Obrigado pelas dicas. Pensamos bem diferente. Como eu já tive uma experiência sem bloqueadores e eu sei que pelo menos para mim dá certo, então convêm continuar assim. Ainda mais que me conhecendo bem, eu conseguiria acessar independente da dificuldade, caso eu quisesse.
     
    Ovni likes this.
  18. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    [dia 5]

    Lutei bravamente hoje contra a vontade de chutar o balde e recair "pela última vez". Diversas coisas estão presentes na minha vida e nas minhas memórias para me lembrar de que PMO é um vício porco, pior talvez do que outros conhecidos, tais como envolvendo narcóticos e outros.
    O mais sujo é querer ignorar tudo ao redor e fritar o cérebro em conteúdo porco, mesmo tendo certeza da merda que se sentiria após o ato e nos dias seguintes. Vou segurar a barra! Só de ter evitado até o momento já sinto um grande orgulho de mim.
    PMO também não está nada alinhado aos meus sonhos, assim como outros maus hábitos. Me forçarei mais, tentarei ser mais quem eu quero ser e fazer as coisas de alguém que eu gostaria de ser, até me tornar tal pessoa.

    Agradeço a todos do fórum, compartilhar conhecimento sobre o tópico ajuda extremamente.
     
    Ovni likes this.
  19. Ovni

    Ovni Fapstronaut

    30
    66
    18
    Entendo, Lecovesck.

    Sempre temos percursos e experiências diferentes, além de métodos diferentes de sair dessa. Expus a minha experiência e meu aprendizado com ela, é o que funciona comigo. De qualquer forma, a história do outro nos ajuda nem que seja na motivação e no seguir juntos. Ansioso pela sua vitória!

    Abraços e bom processo!
     
    Lecovesck likes this.
  20. Lecovesck

    Lecovesck Fapstronaut

    Todo conhecimento é bem-vindo e gratificante, agradeço por suas dicas e obrigado pela interação!!
     

Share This Page